Português

Desde que comecei a trabalhar com filtros para Instagram, em outubro de 2020, senti a necessidade de criar um site para me conectar melhor com o público. Sou uma entusiasta de blogs, internet e tecnologia desde a pré-adolescência e não é coincidência que esteja nesta área até hoje.

Jornalismo foi o meu primeiro curso na faculdade, achei que estaria unindo a paixão pela escrita e a vontade de ser ouvida (muito maior do que ser vista), mas acabei desistindo um ano antes de me formar. Morei na Austrália por 2 anos, onde aperfeiçoei meu inglês e trabalhei com atendimento em diferentes funções. Ao retornar, pude exercer meu lado jornalístico como locutora e noticiarista de rádio.

Quando a pandemia obrigou todos a nos reinventarmos, tive a felicidade de ter ao meu lado amigas dispostas a se entregar num novo empreendimento. Assim, surgiu a agência de marketing digital Selena MKT, unindo diferentes talentos e dirigido somente por mulheres. O empreendimento durou 1 ano e meio, mas foi através dele que eu iniciei a minha jornada na realidade aumentada…

Os filtros para Instagram podem ser usados como ferramentas de fixação de marca, pois reforçam a personalidade e identidade da mesma. Seu potencial para viralizar é maior do que um simples post patrocinado e funciona a longo prazo. Por isso, um filtro é mais do que um enfeite em seu perfil, é um investimento. Como comunicadora, todos esses fatores me entusiasmaram para desbravar este segmento digital e como consequência acabei aprendendo também mais de design e 3D.

Em 2 anos atuando como criadora de filtros, já tive a oportunidade de trabalhar com marcas como a Condor e ganhar o 9° lugar na competição Cyberpunk promovida pelo Meta (Facebook), além de já ter tido a oportunidade de ter alguns filtros divulgados pelo portal Lenslist.

English

Since I started working with  Instagram filters, by October 2020, I’ve felt the need to create a website so I could connect myself with people a little more. I’ve always been keen on blogging since my teenage years, so it’s definitely not a coincidence I am in this field to this day.

Journalism was my first option in college, as I thought I’d be joining my passion for writing with my will to be heard (that is much bigger than to be seen), but I ended up quitting one year before graduation. Then, I moved to Australia, where I lived for 2 years, improved my English and worked with customer services. When I came back to Brazil, I had the opportunity to put into practice my journalistic skills as a radio announcer and reporter.

When the pandemic forced us to reinvent ourselves, I was lucky enough to have girlfriends willing to take a new enterpreneur journey. In this context, Selena MKT was born, a digital marketing agency ran 100% by women, each of them with different and complementary talents. The project lasted 1 year and a half enabling my journey in augmented reality to begin…

Instagram filters can be used as a trademark tool, since it increases the brand’s personality and identity. Its potential to spread a message is higher than a basic sponsored post and it can also be available in a long term duration. That’s why a filter should be seen as an investment, not just an adorn. As a communicator, all these factors have excited me to strike this digital segment and, as a consequence, I’ve been also learning more and more about design and modelling 3D.

In 2 years as a filter creator, I’ve had the opportunity to work with brands like Condor and finalize the Cyberpunk competition, promoted by Meta (Facebook), in the 9th position, not to mention that I got the chance to have some of my filters even shared on Lenslist portal!